Dicas para um programador freelancer

As pessoas acham que ser um programador freelancer é sinônimo de não fazer quase nada, porém os profissionais desta área passam por muitas turbulências psicológicas e precisam saber dar a volta por cima em várias situações, caso esteja naquele período de turbulência eu acho que você deveria seguir alguns conselhos para se dar bem.

imp imparotina-logo-blog-top

Saiba dizer não

Seja claro com o seu cliente, não faça prazos que não poderão ser cumpridos ou não faça algo que está além do seu limite, dizer não para o seu cliente é essencial para evitar futuros problemas para o projeto.

Saiba o limite

Todo programa tem sua limitação e não poderá rodar em qualquer ambiente, muitas vezes podem exigir certos requisitos mínimos ou não, por isso converse com outros programadores caso esteja em dúvidas sobre isso e diga as especificações que precisa ter para rodar o programa, assim o projeto poderá ser concluído com mais êxito.

É só você

Seja organizado e não aceite todos os trabalhos que te oferecerem por mais que você precise de dinheiro, se você ficar concentrado em vários projetos poderá não entregar todos com a mesma qualidade, por isso é crucial que você seja uma pessoa organizada e vá encaixando novos projetos conforme sua disponibilidade.

Só inicie o projeto se você tiver todo material necessário

Iniciar o projeto com os materiais necessários significa iniciar somente se ele te der todas as informações e arquivos necessários para começar. Não aceite que ele te dê uma parte e a outra depois, porque senão acabará atrasando seu cronograma e então a culpa será só sua.

Cobre por aquilo que acha justo

Oque desmotiva muitos programadores no mercado é o fato de não cobrarem um valor aceitável e ficar dias em frente ao computador quebrando a cabeça por algo que não será justamente remunerado, e se você pedir aumento do preço o cliente virá com o papo de “Estou pagando para ter trabalho feito, o quanto eu paguei não interessa”.

Não seja aquele profissional “Quebra Galho” e cobre pelo valor que realmente acha justo, se fizer isso será bem remunerado e não ficará desmotivado no meio do projeto.

Não caia no conto do “simplesinho”

O cliente dizer que o projeto é muito simples é porque realmente não é, se você ficou anos estudando programação então é porque não foi simples de aprender a programar, portanto não caia nessa e continue a cobrar um valor justo!

Tenha visão do começo e do fim

Defina onde o projeto começa e onde ele termina para que o seu cliente não te surpreenda depois, alguns abusados acham que se pagar uma vez pra você então eles terão programadores vitalícios para o resto da vida, então logo no início do projeto já corte essa ideia do cliente de vez e mostre quais são as suas obrigações e quais não são.

Preveja os imprevistos que podem aparecer

Quando estipular um prazo para o cliente preveja oque pode acontecer de imprevisto na sua vida, e coloque no prazo um dia a mais dedicado especialmente para isso, por exemplo, se você consegue entregar para um cliente um projeto no prazo de 5 dias, então quando for negociar o prazo com o cliente aumente o número para 6 dias.

Conclusão:  Esta é a profissão certa!

Nada é perfeito nessa vida e se você gosta do que faz vai aprender a lidar com todas essas situações e encara-las como simples problemas, mas se você ficar muito irritado com estas situações, provavelmente você não nasceu para ser um programador freelancer, então se você não está gostando dessas situações aconselho a sair dessa o quanto antes e seguir com outra coisa pra fazer.

Se você se acostumar com todas essas situações, então é sinal de que você gosta do que faz e deve seguir em frente sem desistir!